void life(void)

Como delegado Brasileiro no BRM do OpenXML, estou me segurando prá não sair por aí contando os detalhes daquela reunião, pois acredito que todos deveriam saber detalhadamente o que aconteceu dentro daquela sala, para poder entender como existem empresas mal intencionadas e sem limite ético nenhum hoje em dia.

Só para citar um exemplo, soube recentemente que foi utilizado em uma apresentação em um NB (ABNT de algum país), um SLIDE que foi inicialmente apresentado na reunião de encerramento do BRM. Apesar de não poder contar os detalhes, como última participação minha no BRM, pedi em nome da delegação brasileira ao responsável pelo ITTF (ISO/IEC) na reunião - Mr Barta - que o texto do slide apresentado fosse corrigido, pois ele distorcia tudo o que havia sido realizado naquela semana.Imediatamente ele determinou ao autor do slide (Mr. Oh, um japonês secretário do SC34) que aquele slide e aqueles números jamais deveriam sair daquela sala, pois eles não representavam o resultado do trabalho do BRM e também não detalhavam o processo utilizado na reunião.

Quando saí da reunião e cheguei no hotel, descobri que um profissional da empresa proponente já havia publicado na web os dados (e logo em seguida retirado… extranho, né). Para quem não sabe do que estou falando, é do absurdo número de 98% dos problemas resolvidos que a Microsoft insiste em utilizar no mundo todo, cometendo um CRIME cada vez que usam ou apresentam este números.

Se eu que estava na reunião não posso comentar sobre ele, porquê estas pessoas têm este direito ? Eles realmente são maiores que a ISO e o IEC ? A ISO e o IEC vão ficar vendo tudo isso sem tomar nenhuma providência (ou seja, quem cala consente) ?

O fato concreto é que fui informado por um colega do Chile, que na semana passada este slide (com o nome do Sr. Oh nele) foi utilizado em uma reunião do NB deles. O slide fazia parte de uma apresentação feita pela Microsoft para demonstrar como tudo estava resolvido no OpenXML. Isto é um CRIME DE VIOLAÇÃO DE SIGILO OU NÃO ?

Gostaria então de deixar aqui um questionamento ao ITTF (ISO/IEC) sobre a validade do sigilo que nos foi pedido durante o BRM. Pretendo ainda encaminhar um comunicado oficial a eles e se não obtiver uma resposta em tempo hábil, os jornalistas do mundo inteiro podem me contactar pois vou contar tudo o que todo mundo quiser saber sobre o BRM.

Cansei de ser palhaço. Respeito é bom, e eu gosto !!!

Share/Save/Bookmark

12 Responses to “Afinal existe ou não SIGILO sobre o BRM ?”

  1. Dennis

    Oh meu caro, não acredito que você ainda acredita que as corporações, ou as grandes corporações jogam limpo neste mercado cada vez mais selvagem! Sinto muito em dizer-lhe que algumas grandes corporação passam tranquilamente por cima de qualquer ética. Publicidade é o que mais existe, ética…!? E como dizem por aí, até Hollywood já cansou de mostrar a realidade crua e nua destas grandes corporações. É só assistir filmes como: The Insider, ou The Listening(2006).

    Admiro o seu exposto caráter, mas sinto muito!

    Atte,

  2. apon

    Realmente, espero que depois dessa você abra o bico. Esse silêncio só existiu por ordem da microsoft, mais nada. Para ela poder espalhar a mentira a gosto e depois quem reclamar vai ser acusado de violar “o código”.

    Isso tem nome: armadilha. Era para as delegações terem recusado isso. O difícil é entender por que aceitaram.

  3. Avi Alkalay

    Eu assisti algumas apresentações que a Microsoft fez sobre o OOXML depois do BRM e posso afirmar que passaram do ponto de falar meias verdades. A diretriz agora parece abrir as comportas para as mentiras deslavadas mesmo, nuas e cruas.

  4. Fábio Emilio Costa

    Mandou bem mesmo, Jomar, para variar. Isso tá ficando incrivelmente estranho e não sei se poderemos confiar na decisão final da ISO.

    PS: por favor, ative trackbacks para podermos comentar seus posts… :P

  5. “Something wicked this way comes…” « Linux… e mais coisas

    […] Afinal existe ou não SIGILO sobre o BRM ? | void life(void) Como delegado Brasileiro no BRM do OpenXML, estou me segurando prá não sair por aí contando os detalhes daquela reunião, pois acredito que todos deveriam saber detalhadamente o que aconteceu dentro daquela sala, para poder entender como existem empresas mal intencionadas e sem limite ético nenhum hoje em dia.Só para citar um exemplo, soube recentemente que foi utilizado em uma apresentação em um NB (ABNT de algum país), um SLIDE que foi inicialmente apresentado na reunião de encerramento do BRM. Apesar de não poder contar os detalhes, como última participação minha no BRM, pedi em nome da delegação brasileira ao responsável pelo ITTF (ISO/IEC) na reunião - Mr Barta - que o texto do slide apresentado fosse corrigido, pois ele distorcia tudo o que havia sido realizado naquela semana. Imediatamente ele determinou ao autor do slide (Mr. Oh, um japonês secretário do SC34) que aquele slide e aqueles números jamais deveriam sair daquela sala, pois eles não representavam o resultado do trabalho do BRM e também não detalhavam o processo utilizado na reunião.Quando saí da reunião e cheguei no hotel, descobri que um profissional da empresa proponente já havia publicado na web os dados (e logo em seguida retirado… estranho, né). Para quem não sabe do que estou falando, é do absurdo número de 98% dos problemas resolvidos que a Microsoft insiste em utilizar no mundo todo, cometendo um CRIME cada vez que usam ou apresentam este números. […]

  6. MOOX: Afinal existe ou não sigilo sobre o BRM?

    […] por Patrícia (pfischΘparana·sl·org·br) - referência […]

  7. Antônio Pessoa

    O processo todo tem uma sucessão de absurdos e incoerências enormes. A Microsoft está se utilizando do silêncio imposto pela ISO para espalhar mentiras e sair impune. O OOXML começou mal e deve ser rejeitado a todo custo, pois seu processo foi contaminado e sendo ou não concertado não tem haver credibilidade para a ISO se este for aprovado.

    Sobre sua decisão de expor o que realmente aconteceu na ISO: Apoiado.

    E pode ter certeza de que vai ser bem divulgado.

  8. semente

    Apoiado!

  9. WILTON LAZARY

    Apoiado.

  10. CWagner

    Sua divulgação terá eco em vários sites de respeito.

    Que seja responsável e coerente com o processo que deve ser o mais transparente possível, pois caso existam segredos, estes serão desvendados um dia e será vergonhoso para todos os envolvidos.

    Saúde e Paz a todos.

  11. Avi Alkalay

    http://www.groklaw.net/article.php?story=20080324220213437

  12. Finalmente: os detalhes sobre o resultado do BRM | void life(void)

    […] informado no meu penúltimo post, entrei en contato com a ISO e o IEC (na verdade com o Gabriel Barta do ITTF), e ele me esclareceu […]

Deixe seu comentário

Proudly powered by WordPress. Theme developed with WordPress Theme Generator.
Creative Commons License